O exercício que todo Bailarino faz

O exercício que todo Bailarino faz

O exercício que todo o bailarino faz…mas, será que sabe o quão importante ele é? Ou será que faz da maneira correta?

O trabalho excêntrico, específico da musculatura da panturrilha, deve estar incluído nos treinos de todos os bailarinos, seja durante a aula de dança ou extra-classe. Esse tipo de exercício é muito importante, não só para manutenção e ganho de força, resistência e coordenação muscular, mas também como prevenção e recuperação de lesões no tendão. Vale lembrar que essa musculatura e esse tipo de contração muscular são usadas sempre nas aterrissagens dos saltos e descidas controladas dos elevés! O trabalho pode ser feito com os dois pés (bipodal), mas também é de extrema importância o trabalho com um pé de cada vez (unipodal).

No vídeo vemos a demonstração do trabalho em um só apoio. A subida no elevé deve ser rápida, em um tempo, sem flexionar o joelho e cuidando o alinhamento. Já a fase de descida deve durar de 4 a 6 segundos e ser realizada com muito controle.

O número de repetições pode variar para cada indivíduo, mas procure fazer pelo menos duas séries de 8 repetições para cada perna!

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


× Como posso te ajudar?